Sistema antidoping no Brasil e no mundo será debatido na AmoEsportesFair

 Rússia está banida de competições esportivas internacionais pelos próximos quatro anos. Foto: Getty Images Sports

 

A Rússia foi banida do esporte de alto rendimento pelos próximos quatro anos. A punição foi anunciada nesta segunda-feira (9) pela Agência Mundial Antidoping - WADA - e se baseia em evidências de casos de doping em massa no país europeu.

“Por muito tempo, o doping russo prejudicou o esporte limpo”, destacou a WADA, em comunicado.  A agência concluiu que os russos alteraram dados laboratoriais sem autorização, plantaram evidências falsas e ainda apagaram arquivos relacionados à possíveis casos de doping.

A sanção ao país europeu foi decidida de maneira unânime e valerá até 2023. Durante esse período, a Rússia não poderá participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem, dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, em 2022 e ainda da Copa do Mundo de Futebol, que será realizada no Catar, no mesmo ano. A sede da última Copa do Mundo também está proibida de receber competições esportivas internacionais durante o período. Atletas russos que estiverem limpos poderão competir sem bandeira. Cabe recurso junto à Corte Arbitral do Esporte.

O problema do doping no Brasil e no mundo será amplamente debatido e sob diferentes olhares na #AmoEsportesFair2K20, maior feira esportiva do Brasil e que acontecerá entre os dias 14 e 16 de fevereiro de 2020 na Arena do Athletico Paranaense, em Curitiba. No Meeting de Direito Desportivo, especialistas na área debaterão sobre as perspectivas do Sistema Mundial Antidoping e Modelos Comparados. Entre os nomes confirmados, estão o Dr. Mario Vigna (Itália), Subprocurador-geral Antidopagem do Comitê Olímpico Nacional Italiano, Dr. Enric Ripoll (Espanha), Especialista em Direito do Esporte e um dos profissionais mais requisitados do mundo, Dra. Luciana Lopes da Costa, Diretora do Instituto Brasileiro de Direito Desportivo – IBDD, e o Dr. Thomaz Mattos de Paiva, Conselheiro do IBDD.

O tema também será abordado no Meeting de Medicina Esportiva, com a evolução histórica do antidoping no Brasil e no mundo e ainda o papel da Autoridade Brasileira de Controle de Doping - ABCD.

Inscrições - Os Meetings de Direito Desportivo e Medicina Esportiva acontecerão simultaneamente aos encontros Fisioterapia Esportiva, Nutrição Esportiva, Marketing e Gestão Esportiva, Jornalismo Esportivo e Educação Física. Serão mais de 3,5 mil profissionais presentes, se aperfeiçoando, interagindo e fazendo negócios. Cada congresso técnico terá capacidade para 500 inscritos. As inscrições estão abertas e acontecem no site https://amoesportesfair.com.br/.